Buscar
  • SionneauBrasil&Portugal

GAN YU - A DEPRESSÃO SEGUNDO OS CONCEITOS DA MEDICINA CHINESA


O termo depressão mental não existe em medicina chinesa. Ele é ocidental e não se origina de uma classificação específica segundo a dialética da MTC. Ele é associado à diferentes doenças tradicionais englobadas em um mesmo conceito Yu Zheng (sindrome depressiva). Esta noção está longe de englobar todos os mecanismos depressivos. É necessário, portanto, resgatar diversas doenças "chinesas" para estudar este distúrbio de maneira global. O fato da MTC não evocar a depressão de maneira exaustiva em um só conceito pode parecer um inconveniente para o estudo desta desordem. Mas não é nada disso. Na verdade, é uma forma mais precisa de abordar o assunto porque ela permite a sobreposição de diferentes abordagens.

Assim, para dominar bem o diagnóstico e o tratamento da depressão mental, é necessário rever e estudar a partir da medicina interna: San Bei - tendência à tristeza, Yu Zheng - síndrome depressiva, Zang Zao - depressão histérica, Bai He Bing - doença do "bulbo de lis", Mei He Qi-sindrome do caroço de ameixa e Dian - psicose depressiva, que não recobrem mais que 20 categorias diferentes de depressão. Nossa proposta neste artigo é abordar uma delas: a depressão por uma sobrepressão do Fígado. Apresentaremos as causas, os mecanismos patológicos e, em seguida, a sintomatologia e a terapêutica. Evidentemente o que propomos aqui não tem a intenção de ser exaustivo. Além disso, trata-se do desenvolvimeno do tipo "puro", "ideal", que não costuma ser encontrado desta forma na prática clínica. Na verdade, uma sobrepressão do Fígado geralmente é acompanhada de uma Deficiência do Baço, acúmulo de Umidade-Calor, de Fogo do Fígado e uma Deficiência do Rim. No entanto, para apreender as formas complexas, é necessário conhecer perfeitamente as formas simples. Daí o interesse em medicina chinesa de voltar com frequência às teorias de base, ainda que elas sejam supostamente maçantes.

Causas e mecanismos patológicos
O papel do Fígado e da Alma Etérea (Hun) na nossa psiquê

O Fígado tem por função facilitar a drenagem, a circulação fluida do Qi, do Sangue, das emoções no corpo todo. Além disso, ele abriga a Alma Etérea (Hun), a Consciência Espiritual. A dupla Fígado-Hun participa do dinamismo psíquico e espiritual do indivíduo.

A Alma Etérea (Hun) ama a vida e favorece o nosso impulso vital. É o instrumento que coloca em movimento nossos desejos nobres e nossas paixões. Ela governa nossas pulsões de vida, gerencia nossos reflexos de vida através de nossos pensamentos, nossas palavras, nossas ações. Ela permite a troca, a comunicação, a expressão de nossas vontades, de nossas idéias. Ela ativa nossas relações de vida.

A Alma Etérea (Hun) é o instrumento que o Shen utiliza para se manifestar e se exteriorizar em toda a sua amplitude: inteligência, espiritualidade, intuição, sonhos, introspecção, criatividade, imaginação, respeito, amor à vida, entusiasmo pela vida, idéias, palavras.

Origem e consequências do desregulamento da dupla Fígado-Alma Etérea

O homem tem por natureza um espírito gregário : ele tem necessidade de viver em grupo e em sociedade. Este tipo de organização força o indivíduo a fazer concessões em relação ao resto do grupo. A educação nos impões limitações, regras que nos obrigam a controlar nossos impulsos para tornar possível nossa vida em comunidade. A sociedade com suas regras e suas leis, a educação com seus imperativos estão lá para refrear, atenuar e controlar o impulso vital, às vezes excessivo, da Alma Etérea (Hun) em relação ao projeto de viver em grupo.


 Uma das principais consequências de um excesso de constrição da Alma Etérea (Hun) é que seu movimento ascendente inicial pode se tornar insuficiente, provocando uma estagnação do Qi do Fígado ou para ser mais exato na terminologia chinesa, uma sobrepressão do Fígado.

A repressão das emoções, as cóleras mantidas, as frustrações, as insatisfações, os ressentimentos que a vida em sociedade impõe pode levar, se forem muito intensos ou frequentes, à uma sobrepressão do Fígado. Este mecanismo pode também ser gerado por humilhações repetidas na vida a dois, no trabalho, na escola, etc. Isto provoca uma diminuição da fluidez da circulação do Qi e, claro, das emoções no corpo todo. Disto resultam distúrbios psíquicos múltiplos e depressões mentais por insatisfação, frustração repressão das emoções.

Características da depressão por estagnação do Fígado

A depressão que pode se desenvolver aqui não é provocada pela tristeza, nem pelo excesso de problemas aos quais não se chega a uma solução, nem por uma agitação do Shen que não está mais ancorado pelo Sangue do Coração, nem pela ruptura da comunicação entre Coração e Rim, nem pela insuficiencia de força de realização do Zhi. Ela advém de uma raiva interior que é consequência de um excesso de controle que bloqueia o impulso vital do Fígado-Alma Etérea, necessário ao movimento de expansão do Coração-Shen, gerador de otimismo, harmonia e felicidade.

Esta depressão por frustração, por ressentimento, por humilhação e por "castração educativa" frequentemente encontrada na prática clínica é acompanhada de um raiva sub-jacente, dificuldade de se organizar, de planejar, de manter uma regularidade e de respostas emocionais exacerbadas e frequentemente fragilizadas.

A raiva, as crises de exteriorização durante estes estados depressivos ou nas depressões declaradas representam uma válvula de segurança quando a pressão interna é muito grande. Estes indivíduos interiorizam suas emoções, deixam-nas se acumular como ressentimentos (nem sempre de forma consciente), impedem que essas emoções escoem até o momento onde elas se tornam insuportáveis. Eles são então obrigados a deixar sair um pouco do vapor emocional pressurizado. Mas como o controle da Alma Etérea é um dominante neste terreno, este vapor não poderá ser lançado em qualquer lugar na vida social. Isso acontece no meio onde é mais fácil relaxar: a família, os íntimos. Este processo está na origem de muitas desarmonias de casais e por isso, as separações.

Sobrepressão do Fígado e Deficiência de Sangue

Para terminar, eu lembraria que a sobrepressão do Fígado é frequentemente favorecida ou acompanhada por uma deficiência de Sangue do Fígado. É no Sangue do Fígado que se ancora a Alma Etérea. Toda deficiência de Sangue do Fígado pode induzir a uma desarmonia da Alma Etérea que se exprime por uma perturbação do Qi: uma subida excessiva, uma estagnação ou um movimento transversal em direção ao Baço ou Estômago, que são todos propícios à problemas psíquicos e depressões mentais. Nós devemos, portanto, levar em conta e, se for necessário, incluir na nossa estratégia terapêutica uma tonificação do Sangue além da dispersão do Fígado e da mobilização do Qi.

Sintomas

Depressão ou estado depressivo ciclotímico - a depressão aparece após uma situação conflitante que induz à frustração, ressentimento, insatisfação, humilhação, repressão das emoções ou raiva interior - o terreno depressivo pode ter sido favorecido por uma educação muito rígida, restritiva, "castradora" - às vezes o indivíduo experimenta dificuldades em se organizar, planejar, manter regularidade - muitas vezes se manifestam respostas emocionais exacerbadas e desproporcionais -instabilidade emocional -suspiros frequentes - às vezes acessos de choro (descompressão da tensão interior) - dor migratória e distensão do tórax, dos hipocôndrios, do baixo ventre - opressão epigástrica - eructação - distensão abdominal pós prandial -inaptência - defecção irregular - menstruação irregular - TPM - distensão das mamas - saburra branca e fina - pulso em corda (Xian).

Tratamento de Acupuntura

Tratamentos de base:

PC 5 (Jian Shi) e F3 (Tai Chong) associados, mobilizam o Qi e drenam o Fígado, eliminam a sobrepressão e dispersam as estagnações no corpo todo.

F2 (Xing Jian) e B18 (Gan Shu) associados, estabilizam a Alma Etérea, tratam a depressão.

Comentários :

PC 5 (Jian Shi) + F3 (Tai Chong) mobilizam fortemente o Qi, favorecem os mecanismos de subida e descida do Qi assim como uma circulação fluida de Qi no corpo todo (garganta, mamas, epigástrio, abdomen, hipocôndrios, baixo ventre, órgãos genitais…). Associados, eles são muito eficazes para tratar as desordens psicológicas e as depressões devidas à sobrepressão do Fígado.

B18 (Gan Shu) + F2 (Xing Jian) acalmam o Shen, estabilizam a Alma Etérea, ancoram a Alma Etérea no Sangue do Fígado e tratam a depressão. Todos os pontos serão dispersados.

PC5 (Jian Shi) elimina a sobrepressão (Jie Yu), acalma o Coração, o Shen e a Alma Etérea. O uso de PC5 (Jian Shi) é essencial, porque ele tem uma dupla ação sobre o Fígado e sobre o Coração. Nós tratamos aqui uma depressão específicamente devida a um desequilíbrio do Fígado. Então, porque é necessário também haver uma ação sobre o Coração? Porque não importa o problema psíquico, não importa qual a síndrome relacionada, não importa o tipo de depressão, no final o Coração sempre sofrerá consequências. Não podemos esquecer que ele alberga a Mente (Shen) que organiza todo o conjunto das faculdades mentais, emocionais e espirituais. A ação psíquica de PC5 (Jian Shi) se explica da seguinte maneira: Trata-se de um ponto do Pericárdio que tem por função proteger o Coração. Esta proteção visa salvaguardar a circulação fluida do Qi do Coração. Porque quando o Qi do Coração circula bem, riso e alegria se manifestam (sinais de harmonia e saúde). O Su Wen afirma: "O Pericárdio é o embaixador de onde se emanam riso e alegria" . Lembremos também que PC5 (Jian Shi) é o ponto Luo dos 3 meridianos Yin da mão e que tem, portanto uma relação direta com o órgão Coração.

F3 (Tai Chong) não acalma o Shen. Ele estabiliza a Alma Etérea regularizando o Qi do Fígado o que previne a agitação do Shen. Este ponto tem uma excelente ação nas pessoas tensas interiormente ou que têm uma tendência a interiorizar as emoções ou que são simplesmente estressadas e muito solicitadas por uma atividade profissional, familiar ou social excessive. Com PC5 (Jian Shi), constituem uma formula simples mais eficiente.

F2 (Xing Jian) é provavelmente o ponto do meridiano do Fígado mais frequentemente indicado para os problemas emocionais nos clássicos de Acupuntura. É indicado para as psicoses Dian Kuang, a tristeza, o medo, o terror, a raiva, a insônia. Ele funciona incrivelmente bem porque é um ponto de extremidade do meridiano. Esta categoria de pontos é particularmente eficaz para drenar as estagnações ou os perversos ao longo do meridiano. Outro motivo é que um ramo do meridiano principal se dirige ao topo da cabeça onde se conecta com VG20 (Bai Hui) e o meridiano divergente (Jing Jin) atravessa o coração e penetra no cérebro.

B18 (Gan Shu) é ponto Bei Shu das costas. Age diretamente sobre o órgão fígado e é reconhecido por tratar eficazmente todos os desequilíbrios de Madeira, tanto no plano somático como psicológico. Dispersa o Fígado e elimina a sobrepressão, clareia o Fogo do Fígado, dispersa as estagnações de Sangue. É utilizado, particularmente, para a raiva que é um sinal chave para a depressão por estagnação do Fígado.

Modificações

· Se a depressão é acompanhada de Deficiência de Sangue: compleição, lábios e língua pálidos, manchas brancas nas unhas, sonhos abundantes, dificuldades visuais, pulso fino (Xi), oligomenorréia, amenorréia, associar B17 (Ge Shu) em tonificação + Ba6 (San Yin Jiao) em tonificação e B18 (Gan Shu) em tonificação, ao invés de dispersão.

· Se a depressão se acompanha de problemas digestivos tais como regurgitação ácida, nauseas, eructações frequentes, soluço, devidos à desarmonia do Fígado/Estômago, substituir PC5 (Jian Shi) por PC6 (Nei Guan) + BA4 (Gong Sun) em dispersão.

· Se a depressão se acompanha de problemas digestivos como plenitude e/ou dor no estômago devidas à uma desarmonia Fígado/Estômago (úlcera ou gastrite da pessoa estressada), substituir PC5 (Jian Shi) por PC6 (Nei Guan) + VC12 (Zhong Wan) em dispersão

· Se a depressão se acompanha de problemas digestivos tais como plenitude e dor abdominal, flatulência, borborigmo, fadiga pós prandial, diarréia ou fezes moles com restos de alimentos devidos à uma desarmonia Fígado/Baço, substituir PC5 (Jian Shi) por PC6 (Nei Guan) em dispersão + E36 (Zu San Li) em tonificação

· Em caso de colopatia da pessoa depressiva e tensa devido à uma desarmonia do Fígado/Baço, acrescentar E25 (Tian Shu) em dispersão + E36 (Zu San Li) em tonificação.

· Em caso de opressão do tórax, acrescentar VC17 (Dan Zhong) em dispersão

· Em caso de dor e tensão das mamas, VC17 (Dan Zhong) em dispersão ou ID 1 (Shao Ze) em dispersão.

· Em caso de depressão acompanhada de desordens ginecológicas, acrescentar E29 (Gui Lai) em dispersão, (se for severa, + Ba6 (San Yin Jiao) em dispersão)

· Em caso de sensação de nó ao nível do Plexo Solar, acrescentar VC15 (jiu Wei) em dispersão, (se severa + B17 (Ge Shu) em dispersão)

· Em caso de dor severa nos hipocondrios, acrescentar F14 (Qi Men) em dispersão.

· Em caso de depressão severa, insônia, agitação, acrescentar C7 (Shen Men) em dispersão ou PC7 (Da Ling) em dispersão

Bibliografia :

« Comprendre & Traiter la dépression Mentale en Médecine Chinoise » de Philippe Sionneau, publicado por Guy Trédaniel Editions. Julho 1998.

« Les points d'Acupuncture des troubles psychiques » de Philippe Sionneau, publicado por Guy Trédaniel Editions. Julho 1998.

« Troubles Psychiques en Médecine Chinoise - les solutions de l'acupuncture et de la pharmacopée » de Philippe Sionneau, publicado por Guy Trédaniel Editions. Outubro 1996.

« The Treatment of Disease in TCM - vol. 1 : Diseases of the head and face including Mental/Emotional Disorders » de Lu Gang et Philippe Sionneau, publicado por Blue Poppy Press. Fevereiro 1996.

Tradução: Silvia Ferreira

© Copyright Philippe Sionneau


1,221 visualizações
  • Grey Facebook Icon

​© 2017 Projeto Sionneau Brasil - São Paulo, SP

Layout by Pérola Produções